INVESTIGAÇÃO, TECNOLOGIA E OUTSOURCING

//SENSE: DO MUNDO FÍSICO PARA O DIGITAL

SENSE: um sistema de monitorização e recolha de dados provenientes de sensores, com capacidade de atuação automática e controlo remoto

Vivemos num mundo onde todos os detalhes de um negócio são analisados ao pormenor, onde nada é deixado ao acaso. O sense é uma peça-chave nesta era. Integra, em sistemas digitais, informação do mundo físico como: temperatura e humidade do ar e do solo, luminosidade, pressão atmosférica, valor de pH, entre outros. Monitoriza em tempo real, interpreta, comunica os dados recolhidos a um servidor e aciona mecanismos ou processos de forma automática. O sense foi desenvolvido com as mais recentes tecnologias de IoT, Internet of Things (Internet das Coisas), que permitem capturar informação através de sensores de alto desempenho, processá-la e fornecê-la remotamente a computadores e smartphones.
A integração com as Soluções Quidgest permite agilizar processos, poupar tempo, energia e custos.

 

APLICAÇÕES:

  •  Deteção avançada para colheita autónoma eficiente;
  •  Sensor de prevenção de colisão para veículos de grande porte;
  •  Contagem de objetos em múltiplas plataformas de transporte;
  •  Deteção e parametrização de aplicações de controlo de nível;
  •  Sensor de posição de veículo numa plataforma de carregamento;
  •  Barreira ótica de segurança e vigilência para instalações seguras.

Exemplos de deteção e alcance de aplicações:

  •  Gestão de interseção e de semáforos;
  •  Monitorização do fluxo de tráfego de veículos e gestão do espaço de ocupação de estacionamento;
  •  Portagens automatizadas;
  •  Caracterização e monitorização do tamanho de veículo;
  •  Controlo do limite de velocidade;
  •  Monitorização do nível de água;
  •  Aplicações de iluminação inteligentes;
  •  Segurança do espaço público e de edifícios;
  •  Gestão da recolha de lixo inteligente.
  •  Deteção de proximidade e medição de distâncias para sistemas de fabrico;
  •  Sensor de prevenção de colisão para veículos pesados;
  •  Sensor de posição de veículo numa plataforma de carregamento;
  •  Deteção de veículo para controlo de barreira;
  •  Segurança e vigilância;
  •  Barreira ótica de segurança e vigilância para instalações seguras.

Disponibilizada remotamente, através dos computadores pessoais e smartphones, a informação capturada pelos sensores possibilita sistemas que podem ser programados para alcançar necessidades específicas e atingir autonomia quase na totalidade, graças às iniciativas contínuas da Internet of Things (IoT). Ao permitir a deteção de pessoas numa sala ou área específica, os sensores ajudam a melhorar a gestão de iluminação e o aquecimento, o aumento de conforto e a reduzir custos de energia. Sistemas de vigilância podem oferecer monitorização de intrusão de perímetro superior, aproveitando a deteção precisa de presença e movimento.

  •  Controlo energético e climatérico;
  •  Direção e velocidade do vento;
  •  Humidade relativa;
  •  Pressão barométrica;
  •  Temperatura do ar;
  •  Precipitação.

Os sensores estão a tornar-se, rapidamente, uma parte integrante dos sistemas de segurança e navegação de veículos, fornecendo informação importante acerca das suas imediações, melhorando a segurança dos utilizadores, assim como reduzindo significativamente os custos relacionados com acidentes e impactos sociais.

O QUE DISTINGUE O SENSE

  •  Integração com sistemas de gestão: O sense foi desenvolvido tendo em vista a integração com sistemas de informação, pelo que toda a comunicação de e para o sense obedece a padrões bem definidos. Estes padrões são análogos aos padrões Genio, o que permite que o sense seja integrado em qualquer sistema Quidgest sem necessidade de adaptação.
  •  Modularidade: Cada sensor tem um módulo individual, o que possibilita adicionar módulos consoante as necessidades sem alteração do controlador.
  •  Conetividade: 3G, wi-fi, Ethernet
  •  Qualquer sensor analógico: Temperatura, humidade, proximidade, pH, luminosidade, índice UV, vento, deteção de gases, deteção de caudal.
  •  Economia: A modularidade possibilita um investimento faseado.
  •  Escalabilidade: A arquitetura do Sense tem a possibilidade de crescer conforme o volume da informação provenientes dos sensores, tornando-se assim uma solução viável para sistemas de larga escala.
  •  Modernidade: Os protocolos de comunicação, os sistemas de armazenamento de dados e os controladores usados estão na vanguarda da Industria.